in ,

Qual a diferença de FIES e Crédito Estudantil Privado?

Na hora de estudar o orçamento pode apertar, né? É para isso que existem os créditos estudantis e financiamentos educacionais. Com eles fica mais fácil pagar as mensalidades e fazer a graduação rapidinho – ou no seu tempo, quem decide é você.

Você pode estudar com mais tranquilidade e planejar sua vida para conciliar bem estudos e todo o resto – tipo ver séries e tal, sabe. Afinal, os créditos e financiamentos estudantis garantem isso para o estudante. Fica mais fácil focar no que importa quando seu orçamento está respirando livremente, né minha filha?

Mas, com tantas opções na hora de escolher, qual é a melhor? E mais do que isso, como escolher entre o FIES e algum crédito educacional privado? Afinal, qual a diferença entre eles? Eu sei, são muitas perguntas, mas a gente está aqui para responder todas elas.

Ah, aliás, se ficar com mais alguma dúvida sobre crédito estudantil, financiamento educacional ou outras coisinhas sobre estudar com mais tranquilidade, aqui no blog você encontra diversos posts para entender melhor. Dá uma fuçada depois de ler esse aqui e certamente vai encontrar respostas que procura.

O que é o FIES?

Talvez você não conheça muito bem, e ótimo… Não precisa conhecer. Brincadeira. 

O FIES é o financiamento estudantil do governo federal. Com ele o estudante pode financiar seus estudos dividindo o valor da mensalidade em mais tempo.

Para se inscrever e utilizar o FIES, no entanto, você tem que ter feito a prova do Enem e somado, no mínimo, 450 pontos e claro, não ter zerado a redação. Ou seja, não dá para pedir o FIES em qualquer momento. Em primeiro lugar, você precisa ter feito o Enem, tirado a nota mínima, mandado bem na redação e só então vai poder solicitar esse financiamento educacional.

O estudante também vai ter uma taxa de 2,19% ao mês de juros – em média – o que pode não ser assim tão interessante na hora que o curso acabar e você precisar dar início aos pagamentos de restituição. Mas, se você ficou interessado, basta acessar o site do programa.

E o Crédito Estudantil Privado, como funciona?

Como alternativa, o Crédito Estudantil Privado, vem sendo cada vez mais procurado. Por consequência, existem várias opções por aí. Pode ser de empresas específicas ou os créditos estudantis dos próprios bancos e financeiras, por exemplo.

Alguns são realmente atrativos. Por exemplo, o crédito estudantil da Fundacred, não pede a nota do Enem para fazer a solicitação. Por isso já é uma grande facilidade, né?

Além disso, se você entrar no site agora (sério, entre agora), vai poder fazer uma simulação de como os valores ficariam. Dessa forma, é possível saber quanto vai pagar durante o curso – ou seja, vai ser mais fácil organizar sua vida financeira – e o crédito estudantil da Fundacred permite que você solicite inteiramente online.

Seja como for, há créditos e créditos, né. Algumas opções privadas contam com taxas de juros ou outros valores sobre a mensalidade. Mas o crédito educacional da Fundacred não tem esse problema, pois não cobra juros remuneratórios.

Sem juros para crédito estudantil da Fundacred?

Como a Fundacred é uma empresa sem fins lucrativos, não há cobrança de juros remuneratórios. Há apenas a taxa administrativa de 0,35% ao mês – que inclusive é a menor do segmento de créditos, preciso dizer. Ah, ela só existe, pois a Fundacred trabalha com retroalimentação: um aluno utiliza o crédito estudantil e paga os valores e, então, outro pode começar sua graduação.

Tá, mas… qual a diferença do FIES para o crédito estudantil privado?

A diferença entre o FIES e o crédito estudantil privado está na forma de concessão e nas facilidades do crédito estudantil privado. Afinal, para entrar no FIES é bem mais complicado, é um processo seletivo que precisa de mais tempo para ser realizado.

Você precisa preencher os requisitos do financiamento estudantil, que incluem a prova do Enem e as notas necessárias para poder solicitar. Dessa forma, se você não fez a prova no ano anterior ao que pretende estudar, vai ter que esperar mais um ano para solicitar.

Já o crédito estudantil privado não. Você só precisa querer e preencher os requisitos básicos, na Fundacred até negativado pode solicitar, o que já facilita e muito. Além disso, há opções que nem de fiador precisa, imagina como é simples!

É claro, quem decide qual programa de crédito estudantil ou financiamento educacional vai utilizar é você, o estudante. Mas é necessário ter certeza de escolher a melhor opção, como falamos no início desse texto, é preciso garantir que o orçamento vai ficar tranquilinho durante os estudos.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0
Crédito Estudantil: posso solicitar após iniciar a faculdade?

Crédito Estudantil: posso solicitar após iniciar a faculdade?

Ilustração de uma jovem fazendo contas para limpar o nome e aumentar seu score

Dicas para limpar o nome e aumentar seu score