in

Nota do MEC: a influência na escolha da graduação

Passada a difícil etapa de escolher o curso de graduação, o próximo passo para o vestibulando é a escolha da universidade. Mas como avaliar as instituições de ensino, a sua infraestrutura e, principalmente, a qualidade do curso oferecido? É aí que entra a análise minuciosa do Ministério da Educação, ou a famosa nota do MEC, como todos conhecem.
A nota é um indicador de excelência dos cursos nas universidades. Ela verifica, entre outros quesitos, a infraestrutura, a biblioteca, a formação dos docentes, os conteúdos das disciplinas, os programas de estágio e a quantidade de horas aula.

Nota do MEC: Como funciona a avaliação

São 4 processos avaliativos do MEC utilizados para estipular as notas de 0 a 5 dos cursos, registradas no portal do SINAES. Entre os métodos de avaliação que influenciam a nota dos cursos e das faculdades estão o ENADE, o IDD , o CPC e o IGC.
É a partir do desempenho dos alunos da universidade, da qualificação dos docentes, recursos da universidade e conceitos da CAPES que o MEC atribui sua nota.

Tudo isso gera um importante indicador para o aluno que está pesquisando as universidades que oferecem o curso escolhido por ele. Entrar para a instituição mais comprometida com a sua formação vai refletir no começo da sua carreira profissional.

Classificação das instituições

Além do conceito definido pelo MEC, a partir das avaliações realizadas, as instituições são segmentadas conforme a sua estrutura:

  • Faculdades: têm cursos em áreas específicas e foco no mercado de trabalho, mas também contemplam a carreira acadêmica.
  • Centros Universitários: estão entre a faculdade e a universidade. Têm, em média, 2 ou 3 áreas de ensino.
  • Universidades: atuam em uma gama maior de áreas de ensino e de conhecimento, com diversos cursos e foco em pesquisa.

Após ser credenciada como Faculdade pelo MEC, uma instituição permanece com este título por 3 anos. Em seguida, ela pode passar novamente por avaliação e, se atender aos critérios exigidos, passa a ser reconhecida como Centro Universitário ou Universidade.
Para saber se uma entidade está devidamente vinculada ao MEC existe a ferramenta de consulta e-MEC

A escolha da universidade

Seguindo as recomendações do MEC, a escolha do curso superior deve passar pela verificação da instituição de ensino, que precisa estar credenciada ao Ministério da Educação. Além disso, também é importante que o vestibulando pesquise as informações que influenciam diretamente a sua formação. Verificar como são os laboratórios dedicados ao curso, capacidade da biblioteca e salas de informática é um bom início.

Por fim, o conceito obtido no MEC é mais um indicador de que a universidade está comprometida em oferecer o melhor para o seu desenvolvimento no curso de sua preferência.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0
Profissional de Marketing trabalhando em seu computador

4 áreas onde o profissional de Marketing pode trabalhar

Engenheiro trabalhando.

Graduação em Engenharia: conheça 10 opções