in ,

The Last of Us e o estudo da microbiologia

No último domingo (15), estreou o primeiro episódio da série The Last of Us na plataforma de streaming HBO Max. O sucesso foi imediato: trata-se de uma das melhores estreias do canal, com 4,7 milhões de espectadores.

The Last of Us é uma adaptação para TV de uma franquia de jogos eletrônicos e se passa em um mundo pós-apocalíptico. Nesse cenário, a infecção por um fungo transformou grande parte da população mundial em seres que mais parecem mortos-vivos.

Na série, Joel é um sobrevivente contratado para levar Ellie, de apenas 14 anos, a um local onde possa ser investigada. Mesmo sendo exposta ao fungo, ela não contraiu a doença, o que cria esperanças sobre uma possível cura.

O fungo de The Last of Us

O fungo em pauta na trama é o Cordyceps, um microrganismo que realmente existe. Mas calma: você não precisa começar a estocar comida ou correr para as colinas! Ele não é capaz de infectar humanos na vida real, ou pelo menos isso é o que a ciência atual é capaz de nos dizer.

Geralmente, é encontrado em florestas tropicais e infecta insetos como formigas. O parasita se desenvolve prejudicando funções motoras e nervosas dos infectados, de modo a diminuir suas capacidades ao ponto de os transformar em verdadeiros zumbis. 

Contudo, fora dos games e da TV, o Cordyceps não desempenha apenas o papel de vilão. Na medicina tradicional chinesa, é utilizado para fortalecer o sistema imunológico, melhorar os sintomas da asma e da quimioterapia, entre outros. 

Já pensou em ser microbiologista? 🧪

Se você é fã de The Last of Us, curte laboratórios e se interessa pelo estudo de fungos e outros microrganismos, a carreira em microbiologia é uma ótima pedida! 

Todavia, o estudo da microbiologia geralmente ocorre em cursos de pós, mestrado e doutorado. Por isso, antes de mais nada, é necessário ter uma graduação na área da saúde. Biologia, biomedicina, farmácia e medicina fazem parte da lista. 

Leia também: É possível cursar duas faculdades ao mesmo tempo?

Nesse sentido, o campo de atuação de um microbiologista é bastante amplo! Confira algumas atividades exercidas por esse profissional:

  • pesquisas para combater doenças infecciosas;
  • desenvolvimento de vacinas;
  • produção e conservação de alimentos;
  • controle de qualidade na indústria farmacêutica.

Estamos falando aqui de uma profissão muito importante para manter a sociedade em segurança. Pudemos perceber isso durante a pandemia de Covid-19, em que microbiologistas foram a principal fonte de informação sobre o vírus.


Uma ajuda para pagar os estudos

Quer dar o play na sua jornada como microbiologista? A Fundacred dá um puxãozinho extra!

Com o CredIES, crédito estudantil para ensino superior, você garante mensalidades menores! É tipo um financiamento, mas com ZERO juros remuneratórios e a taxa mais baixa do segmento. 

Nosso crédito permite que você pague uma parte do valor enquanto estuda e o resto depois do curso. Tudo no seu tempo, em prol da sua tranquilidade financeira. 

Clique e saiba mais!


Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0

Participantes do BBB 23 e o que fazem fora da casa

Quem é você em Rebelde de acordo com seu comportamento no ensino médio?