in , ,

AmeiAmei

De frente com a Funda: especial Dia do Médico

Nesta terça-feira, 18 de outubro, é comemorado o Dia do Médico! Portanto, nada melhor do que conhecer de pertinho a história de quem exercerá a profissão no futuro. Porém, antes de mais nada, vamos recapitular um pouco a realidade dos estudantes de medicina no Brasil. 

Como todos sabemos, cursar medicina é o sonho de muita gente por aí. Por isso, esse é o curso de ensino superior mais concorrido do Brasil.

Em 2022, o vestibular para medicina mais disputado foi o da Universidade Estadual Paulista, com 23.523 candidatos para 90 vagas disponíveis. Se você quer atuar na profissão, prepare-se para uma rotina de estudos intensa.

Segundo artigo da Revista Brasileira de Educação Médica, em 2020, o total de vagas para medicina em universidades públicas era de 10.943 (30,8%). Já a rede privada contabilizava com 24.546 (69,2%). 

Sob o mesmo ponto de vista, vale ressaltar que a média das mensalidades do curso em universidades privadas varia entre R$ 5.000 e R$ 12.000. De fato, um valor alto, e há quem opte por trancar a matrícula pelas inseguranças financeiras

Todavia, existem alternativas no mercado para dar continuidade ao caminho rumo ao diploma de medicina, como o crédito educacional

CredIESMed como um suspiro

Livia Iotti, estudante de medicina, conseguiu seguir os estudos graças a ajuda do CredIESMed. Ela estuda na Universidade São Francisco (USF), em Bragança Paulista, e está no sexto semestre do curso. 

Durante a pandemia, cogitou trancar a faculdade devido a dificuldades com os valores. Contudo, por meio de uma colega de faculdade, soube do CredIESMed e não precisou interromper o sonho de ser médica. “Foi um suspiro para a nossa família”, contou a estudante em entrevista à nossa equipe.

De acordo com a mediciner, a escolha da carreira se deu por influência familiar: “Minha mãe é médica, minha tia, meu tio, minha prima. Ver de perto o jeito que minha mãe ajudava as pessoas me despertou essa vontade”, ressaltou. Livia pretende se especializar em ginecologia obstetrícia.

No Instagram Descomplicamed, ela compartilha sua rotina com pessoas interessadas no assunto. Além do mais, possui um canal no Youtube e já publicou um vídeo tirando dúvidas sobre o crédito educacional que utiliza. 

O porquê da escolha

Quando questionada sobre o motivo de ter escolhido a Fundacred, a resposta foi a taxa de juros zerada. A situação se diferencia do que acontece nos financiamentos bancários, com altas taxas de juros. Outro ponto levantado foi o retorno financeiro imediato após a conclusão do curso de medicina, facilitando o pagamento da restituição

Segundo ela, vergonha em falar que tem crédito educacional não existe. Afinal, vai se formar “tão médica quanto quem paga adiantada a faculdade.”

Vestibular

A princípio, o foco de Livia era passar no vestibular de alguma faculdade pública logo após a conclusão do terceiro ano do ensino médio. Nesse sentido, foram cerca de 13 vestibulares prestados. Tirava notas boas, contudo, ainda não eram suficientes para a aprovação em medicina nas federais 

Assim, com o objetivo de economizar tempo e dinheiro em dois ou três anos de cursinho, ela optou por estudar na USF, faculdade privada na qual foi aprovada na primeira tentativa. A previsão de formatura é para o final de 2025, quando a estudante terá 24 anos recém completados. 

Rotina e experiências na faculdade de medicina

Sobretudo, a rotina de Lívia consiste em aulas às manhãs e às tardes. Além das aulas teóricas, faz iniciação científica em uma Unidade Básica de Saúde e aulas práticas no hospital. 

A respeito de sua experiência mais marcante na faculdade, revelou que foi o acompanhamento de um parto de cesária: “Pude ver o neném vindo ao mundo e também acompanhar os procedimentos da cirurgia.”

Paixão pela medicina e futuro

Por fim, quando questionada sobre o que a fez se apaixonar pela medicina, a resposta foi o poder de ajudar as pessoas da maneira mais sincera possível. “Quando um paciente está mal, a única esperança dele é o médico. Essa doação para o outro foi o que mais me deu vontade de fazer medicina”, revelou. 

Sobre seu futuro, ela crê na autonomia trazida pelo diploma, bem como a possibilidade de fazer trabalhos voluntários com pessoas que não têm acesso à saúde de qualidade, fazendo a diferença onde quer que esteja. 

E aí, curtiu o nosso bate-papo especial em alusão ao Dia do Médico? Quer cursar medicina com tranquilidade financeira? Faça como a Lívia e solicite o CredIESMed no nosso site a qualquer momento, sem juros remuneratórios e com a menor taxa do segmento!

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0

Veja as profissões em alta para 2023

Nova parceria Fundacred: descomplicando os estudos!