in

Aprenda a inserir cursos online no currículo

O seu currículo é uma espécie de cartão de visitas para participar dos processos seletivos de emprego. Por isso, é fundamental um currículo atrativo que chame atenção dos recrutadores, para assim garantir que você se destaque dos demais concorrentes.

Com o mercado de trabalho cada vez mais concorrido, sabemos que hoje em dia apenas uma graduação não garante um bom emprego. As pessoas precisam cada vez mais se atualizar e sempre buscar conhecimento sobre a sua área.

Investir em cursos online é uma ótima opção, pois você consegue ter mais liberdade para estudar de qualquer lugar e no seu tempo. Assim, você não para de se atualizar, afinal, as empresas buscam por candidatos que estejam a fim de crescer profissionalmente.

Devido a essa alta demanda profissional, devemos cada vez mais ficar atentos ao que e como colocamos certas informações em nossos currículos. Como já falado, ele é o nosso cartão de visitas e define se o recrutador vai ou não ler as nossas informações.

Em um mercado cada vez mais exigente, devemos estar atentos a todas as demandas que possam nos ajudar a tornar um currículo mais atraente e profissional.

Os cursos e graduações são essenciais quando você quer se destacar. Afinal, são eles que mostram seu conhecimento, seja acadêmico ou específico para aquela área de atuação, mostrando o seu preparo e bagagem para aquela vaga.

Os cursos feitos por você podem e devem estar em seu CV, sejam cursos de atualização após a faculdade, até cursos online. Enfim, uma empresa de consultoria recrutamento e seleção irá buscar essas especificações nos candidatos.

Mas é importante destacar que adicionar cursos em excesso e deixar o currículo muito extenso pode lhe prejudicar. Por isso, inclua apenas aqueles que estão conectados com a vaga que você está se candidatando.

Parece tentador mostrar para as empresas o quanto nos esforçamos e as dezenas de cursos feitos. Contudo, na hora do recrutador escolher para a entrevista ele vai focar apenas em cursos que lhe qualifiquem para a empresa em questão.

Um currículo com muitas páginas pode fazer os entrevistadores desistirem de ler e perder uma potencial vaga. Assim, seja objetivo acima de tudo.

Escolha somente aqueles que serão úteis para vender a sua imagem durante o processo de seleção. O objetivo aqui é mostrar para o recrutador como a sua formação extracurricular vai contribuir para a empresa. Nesse sentido, os gerentes e recrutadores estão interessados em candidatos que tem potencial para a vaga em questão.

Um exemplo: você se candidatou para uma vaga numa empresa de suporte técnico em informática. Não tem muito sentido acrescentar um curso de confeitaria. Tente incluir os cursos relacionados à área de informática, tecnologia da informação e afins. Dessa forma eles irão ter uma espécie de apresentação das suas qualificações para aquele serviço.

Foque nas habilidades que lhe ajudam na vaga e tenha mais credibilidade e chances que os outros concorrentes.

Leia também: Como estudar para o vestibular e trabalhar ao mesmo tempo?

Qual a importância dos cursos no seu currículo

É muito importante incluir cursos e certificados em seu currículo, pois é a partir deles que as suas habilidades profissionais vão ser apresentadas e discutidas, assim mostrando como elas se relacionam com a vaga.

Buscar educação e executar esses cursos, além de ajudar a desenvolver habilidades importantes, também mostra um empenho pessoal e profissional, mostrando que você quer ir além e por isso está se especializando.

Ao entrevistar, o recrutador quer saber se pode confiar em você para prestar o serviço para empresas por um longo período. Ele não vai contratar uma pessoa que queira sair em pouco tempo, pois não vai compensar para a empresa.

Por isso, ter esses cursos mostram como você quer crescer profissionalmente e demonstra que você deseja subir num plano de carreira, tem expectativas profissionais e pode ajudar a empresa. Completar um curso, principalmente online, mostra como você tem:

  • Motivação pessoal;
  • Disciplina;
  • Maturidade intelectual;
  • Curiosidade;
  • Uma forte disposição para aprender.

Características que são extremamente importantes para os empregadores. Os recrutadores querem candidatos que estão dispostos a ir além, e isso mostra como será o funcionário na empresa.

É importante incluir apenas os cursos que foram concluídos. Caso eles estejam em andamento, deixe claro no currículo, pois esses certificados podem ser solicitados posteriormente no momento da entrevista ou contratação.

Se você fez um curso, por exemplo, de estruturação financeira e acabou largando no meio do caminho, tente não colocar no seu currículo. Afinal, você quer passar credibilidade para empresa e isso pode ser visto com maus olhos pelos entrevistadores.

Para lhe ajudar a incluir esses cursos no seu CV, veja algumas dicas para se destacar nas entrevistas e recrutamento.

Você pode inserir seus cursos e certificados em conjunto com a seção educação ou criar uma seção separada que será dedicada apenas para essa categoria, caso você tenha feito mais de um curso de algo que vai agregar na vaga.

Tente fazer uma sessão de “qualificação profissional”. Por exemplo, ao se candidatar para uma vaga no RH de uma empresa de brindes personalizados bloco de anotações, é fundamental colocar seus cursos na área de gestão de recursos humanos e de pessoas.

Dê destaque aos cursos de nível superior

Os cursos de graduação merecem um maior destaque entre as informações. Eles exercem muita relevância e o recrutador vai querer saber se você já fez uma faculdade para lhe qualificar àquela vaga.

Reserve um espaço para essa informação, de preferência, logo abaixo dos objetivos profissionais, que é o início do seu currículo. Ou seja, as informações acadêmicas devem vir logo em seguida.

Use a ordem cronológica inversa

É importante inserir os cursos do currículo na ordem cronológica inversa. Sempre comece a inserir dos mais recentes para os mais antigos.

Ao utilizar essa ordem cronológica inversa, irá fazer o recrutador notar como você tem se atualizado, aliás isso deve ser uma constância na sua vida profissional. Mesmo que você esteja procurando recolocação profissional, não pare de estudar.

Invista nos cursos e certificados online. Existe uma enorme demanda pela internet, seja palestra de conscientização segurança do trabalho ou cursos voltados para ortografia. Eles vão lhe manter atualizados no mercado de trabalho, e muitos desses cursos são gratuitos.

Esses certificados, unidos a sua formação acadêmica, dão um peso muito maior para o seu currículo. Também é uma ótima maneira de preencher os espaços de tempo entre uma graduação e outra ou cursos de maior duração.

Mude sua abordagem de acordo com a sua experiência

É importante deixar claro o seu nível de experiência no currículo, principalmente ao inserir informações sobre a sua qualificação profissional e atuação.

De acordo com o cargo pretendido, é importante especificar o conteúdo das suas qualificações, assim demonstrando a sua capacidade de atuar naquela área, ainda mais quando o cargo pretendido for alto.

Por exemplo, se você está concorrendo a uma vaga de gestão numa empresa de administração de condomínio comercial, avalie o seu nível de experiência profissional. As empresas adotam as seguintes nomenclaturas para classificar essas experiências: 

Sênior: são os profissionais com mais de 10 anos de formados e que desenvolvem tarefas amplas, ocupando cargos de gestão;

Pleno: profissionais entre 5 e 10 anos de formados, que desenvolvem tarefas de maior complexidade que os de nível júnior e podem ocupar cargos de gestão; 

Júnior: são os profissionais em início de carreira. Desenvolvem as tarefas mais simples e normalmente não ocupam cargos de gestão.

Detalhe quando o curso foi concluído

É de extrema importância indicar a data de conclusão do curso ao inserir essas informações ao seu CV. Essa informação é fundamental principalmente em cursos mais longos, pois estão relacionados a sua experiência profissional.

Ao indicar o período completo de início e término, demonstra aos recrutadores que você sempre esteve se especializando ao longo do tempo, como se fosse uma espécie de linha do tempo das suas qualificações.

Inclua cursos de extensão e certificações

Valorize os cursos de extensão universitária e as certificações. Essas capacitações têm muita relevância em um currículo, pois demonstram o seu conhecimento específico, já que a faculdade muitas vezes é só uma base para o seu ensino.

Esses cursos vão lhe ajudar a se especializar e com isso ter maior propriedade no assunto e se destacar na área, seja você um profissional de administração concorrendo para uma vaga numa empresa de classificação de arquivos ou um jornalista.

Inclusive, algumas empresas pedem que os seus funcionários invistam nesse conhecimento para que possam exercer determinadas funções.

A extensão universitária é essencial para todos os profissionais, pois aprofunda os conhecimentos que são importantes para a área em que deseja atuar.

As empresas estão sempre atrás de profissionais qualificados, por isso, é importante investir em cursos e saber incluí-los em seu currículo, seja para uma vaga de consultor de uma marca de comunicação visual em acrílico até uma metalúrgica.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0

Feedback e feedforward: saiba a diferença

Terapize e Fundacred trazem terapia online facilitada para você