in

O Ensino Híbrido na educação pós-pandemia

As mudanças causadas pela pandemia do novo Coronavírus em 2020 causaram adequações em todos os setores da sociedade. Na educação não foi diferente e cada vez mais se discute sobre o Ensino Híbrido. O ensino remoto foi adotado e do infantil ao Ensino Superior, todos passaram a ter aulas de casa.

Após sete meses de distanciamento social, algumas escolas ensaiam o retorno ao presencial. Dessa forma o Ensino Híbrido passou a ser uma alternativa. No entanto, como funciona e como ele será aplicado nas escolas brasileiras?

O que é o Ensino Híbrido?

Antes de entender como ele funciona, é preciso entender o que é essa modalidade de aprendizagem. Conhecido como blended learning, essa modalidade de ensino já era uma tendência para o século 21, mas teve a implantação acelerada graças a pandemia.

Com ele, o estudante tem aulas presenciais, mas também realiza tarefas online e integra a educação com a tecnologia. O Ensino Híbrido se tornou um grande aliado para o retorno das escolas. Sem uma vacina e com o número de casos ainda oscilando – na maioria das vezes para cima -, não é fácil simplesmente retornar ao ensino presencial da forma que era.

Sendo assim, o Ensino Híbrido funciona como um aliado para garantir a saúde dos estudantes, professores e para não perder o ano letivo.

Mas, na prática, como funciona?

De uma forma resumida: na prática o Ensino Híbrido funciona com uma desfragmentação de problema. Onde os alunos recebem a tarefa e, então, participam de uma aula baseada em pesquisa para dar início ao contato com o tema. É o chamado Problem Based Learning.

Uma das alternativas para o retorno ao presencial é o método de “Sala Invertida”. O aluno estuda a teoria de uma disciplina em casa, no ambiente virtual e, em sala de aula, participa de dinâmicas e debates sobre aquilo que utilizou a internet para conhecer.

Outra ideia é o método de Ensino Híbrido baseado na “Rotação de Laboratório”, onde a sala é dividida em grupos. Enquanto um realiza as tarefas propostas no ambiente virtual, o outro faz o mesmo offline. As rotações têm tempo cronometrado e as posições se invertem.

Há ainda outros métodos para o Ensino Híbrido ser implementado. Nesse caso, a escola e os professores precisam entender qual funciona melhor para seus estudantes e para o nível de ensino em que se encontram.

Se o Ensino Híbrido vai ser implantado de forma geral, ainda é cedo para saber. Mas é possível afirmar que é uma das alternativas que melhor podem ajudar o retorno presencial das escolas. 

E, se você precisa de mais dicas para estudar, aqui no blog temos várias delas. Confira.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0
Crédito da Fundacred é melhor opção

Crédito da Fundacred é a melhor opção?

Crédito Estudantil: posso solicitar após iniciar a faculdade?

Crédito Estudantil: posso solicitar após iniciar a faculdade?