in

Educação versus tecnologia na aprendizagem?

Educação versus tecnologia nem sempre foi uma discussão simples, afinal, por muitas vezes os avanços tecnológicos ajudaram e muito na busca pelo conhecimento. Isso tem sido cada vez mais real no momento pelo qual atravessamos. No entanto, tudo que é demais precisa ser revisto e é necessário entender quando a tecnologia pode afetar a educação.

Em primeiro lugar, educação versus tecnologia é uma discussão de dois lados muito bem destacados. Assim como o avanço da internet ajudou na aprendizagem abrindo um mundo inteiro para mais conhecimento, ela também é um dos motivos de desatenção principalmente entre os mais jovens.

No momento, tudo gira em torno da internet. O modo de estudar mudou para um método 100% online com estudantes tendo esse acesso – um pouco forçado – desde muito cedo. E aí que está a primeira discussão pertinente sobre educação versus tecnologia: se fizer uma rápida busca, muitos jovens têm “aprendido” a burlar provas e trabalhos com respostas prontas encontradas na rede.

Dessa forma abre-se a discussão de quanto estão aprendendo, de fato, durante o período em que estamos vivendo. Afinal, além de ter de ficar atentos a aula online, coisa que nem sempre é fácil – ainda mais aos mais jovens -, também é preciso fazer as provas de acordo com aquilo que estudaram e não com respostas prontas.

A falta também é ruim

Segundo dados do IBGE, 80% dos lares brasileiros contam com acesso a internet. É um número alto, porém, ainda não é unânime. A discussão de educação versus tecnologia tornou-se muito pertinente neste após ser exibido um grande problema de falta de acesso.

Enquanto 80% tem acesso, um número muito alto de estudantes não tem conseguido acompanhar e dar prosseguimento aos estudos. Em meio a pandemia, esse cenário acaba refletindo em perda de ano letivo praticamente certa e dificuldade na hora de realizar o Enem – adiado para o próximo ano.

Educação versus tecnologia: quando a plataforma vira problema

Além da internet, outro ponto que causa a discussão de educação versus tecnologia é a plataforma utilizada. Com as aulas sendo realizadas de forma remota, computadores e celulares têm sido utilizados com uma frequência que não era vista na educação anteriormente.

Se antes já havia a discussão sobre o uso do aparelho na sala de aula, agora se tornou uma necessidade e, com ele, vem todos os problemas. Apesar de ser a plataforma correta – assim como o computador – para conseguir ter acesso às aulas, ainda é um meio de distração.

Alia-se a isso a fadiga dos estudantes que já estão com aula remoto há quase meio ano e está feita uma receita que pode afetar os estudos. Dessa forma, é preciso saber dosar as coisas e entender quando os aparelhos são para estudar e quando são para o lazer.

E quando for necessária uma atenção maior aos estudos ou outras alternativas para conseguir melhorar o ganho de conhecimento, aqui no Blog temos diversas dicas. Confira.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0
Qual tipo de Pós-Graduação escolher para dar continuidade aos estudos?

Qual tipo de Pós-Graduação escolher para prosseguir nos estudos?

Presencial para EAD: vale a pena mudar?

Presencial para EAD: vale a pena mudar?